Coimbra  21 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Martinho Marques

Tachos que começam pelos rebites…

7 de Fevereiro 2019

Anteontem, depois de ouvir António Costa, entrevistado pela SIC, fiquei com a sensação de irmos perder o ministro Pedro Marques, que me parece um bom governante.

O ministro do Planeamento e Infra-estruturas trata-se de um daqueles que conhecem os dossiês, sabem do que falam e falam do que sabem. Será cabeça de lista do PS para o Parlamento Europeu? Creio que fará cá falta.

O que não fará cá falta (nem lá) será qualquer serventuário da Comporta, capataz ou porteiro, que não perca a oportunidade de «servir» uma secretária da família a um colega, aceitando favor igual ou equivalente ou aproveitar a licenciatura de um filho para preencher um lugarzinho, adrede (propositadamente) criado…

Começam a perfilar-se as hostes, os empurrões já se notam e até o reatar de amizades, que se tinham congelado nas eleições «directas», se “seguram” em relação ao futuro.

Uma vez, há uns anitos, já batido em concertações serôdias e sórdidas, escrevi, no Jornal do Fundão, sob o título “O dia em que Sócrates começou a perder as eleições”. E não é que acertei?!

É que elas não se perdem só com os votos, mas, também, com a fraca qualidade dos esteios que se julgam suportes de competência e seriedade…

Atenção: há tachos que se começam a construir pelos rebites que se colocam nas asas…