Coimbra  21 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Tiago Relva e Vera Camilo

Refeições vegetarianas desagradam a alunos da UC

4 de Março 2019

*Estudantes

Diversos alunos vegetarianos da Universidade de Coimbra estão descontentes com as refeições servidas pelos Serviços de Acção Social da instituição.
Desde a entrada em vigor da Lei nº. 11/2017, de 17 de Abril, que as cantinas públicas estão obrigadas a incluir, em todas as ementas diárias, “pelo menos, uma opção vegetariana”, determinando o mesmo diploma tratar-se de “refeições que não contenham quaisquer produtos de origem animal”.
Há vários meses que estudantes reclamam por melhores refeições vegetarianas, tendo apresentado sugestões e críticas, por e-mail, presencialmente, junto da Administração dos SASUC, e até no livro de reclamações.
Tais alunos queixam-se de, por exemplo, mais de 25 por cento das refeições vegetarianas previstas em Fevereiro e Março serem compostas essencialmente por soja como ingrediente principal: soja com (quase nenhuns) legumes, com cogumelos, com caril, bifes de soja e recheio de soja. Dito de outra forma, uma em cada quatro refeições é, na prática, soja com arroz.
Mas os protestos não se ficam por aqui. Os alunos referem que, se àquele número forem adicionadas as refeições constituídas só por saladas frias ou pratos compostos apenas por ervilhas com arroz e chouriço / favas com arroz e chouriço / grão de bico com caril e arroz / chili de feijões com arroz, verifica-se que mais de 55 por cento das refeições vegetarianas previstas nas ementas semanais dos SASUC são nutricionalmente pobres, insuficientes e repetitivas.
Os estudantes queixam-se, ainda, que estes números pecam por defeito, pois muitos dos restantes pratos vegetarianos não chegam a ser servidos por alegada falta de ingredientes, sendo constantemente substituídos por soja com cenoura e arroz.
Entre as sugestões apresentadas, os alunos reclamam que haja menos refeições compostas apenas por saladas frias e menos refeições com soja e mais refeições com legumes.

SASUC