Coimbra  21 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PSP identificou dois suspeitos pelos grafitis na “Alta” de Coimbra

1 de Fevereiro 2019

A Polícia de Segurança Pública (PSP) identificou um homem e uma mulher, suspeitos da prática de grafitti na cidade de Coimbra, tendo ainda sido apreendido diverso material relacionado com estes actos de vandalismo.

A operação foi conduzida pelo Comando Distrital da PSP de Coimbra, através da Esquadra de Investigação Criminal, na sequência de um processo-crime, motivado pelas diversas situações reportadas a esta Polícia durante o ano de 2017.

Recorde-se que os actos de vandalismo “passavam pela prática reiterada de grafitti não autorizado e sem valor artístico nos edifícios, situação esta que indignou e preocupava moradores, visitantes e as autoridades locais”, revela a PSP, sendo que muitos deles foram concretizados em vários edifícios históricos classificados como Património Mundial da UNESCO na cidade, particularmente na zona da “”Alta”.

Das diligências de investigação levadas a efeito “resultou a identificação dos autores dos actos ilícitos, nomeadamente um homem e uma mulher”, adianta a Polícia.

Dessa acção, que incluiu buscas domiciliárias nas residências associadas aos suspeitos, resultou a apreensão “de várias dezenas de latas de tinta/spray, utensílios utilizados nessa prática, cadernos com esboços dos desenhos existentes nos edifícios desta cidade, estupefaciente (liamba num total de 110 doses individuais), uma balança de precisão e diversas embalagens comumente utilizadas para acondicionar estupefaciente em dose individuais”.

PSP - grafitis