Coimbra  24 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Conimbricense Albano Morais Pinto é o novo director do DCIAP

10 de Janeiro 2019

O procurador-geral adjunto Albano Morais Pinto, nascido em Coimbra, há 63 anos, onde se licenciou na Faculdade de Direito, foi nomeado, hoje, director do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

A nomeação, para suceder a Amadeu Guerra, que tomou posse, segunda-feira (07), como procurador-geral distrital de Lisboa, foi aprovada, por unanimidade, pelo Conselho Superior do Ministério Público.

Albano Morais Pinto estava no Supremo Tribunal de Justiça como magistrado do MP e, em acumulação, exercia funções de auditor jurídico nos ministérios da Administração Interna e da Defesa Nacional

O novo director do DCIAP ingressou no Ministério Público em 1982, tendo sido promovido a procurador, em 2000, com desempenho de funções nos círculos judiciais das Caldas da Rainha e de Leiria, e mais tarde, em 2014, passou a procurador-geral adjunto.

Albano Morais Pinto exerceu, também, o cargo de director nacional adjunto da Polícia Judiciária (no âmbito da Direcção Central de Investigação da Corrupção e Criminalidade Económica e Financeira) e, ao longo dos últimos anos, publicou textos e estudos sobre diversos temas, designadamente referentes à criminalidade grave, economico-financeira e complexa e, em geral, sobre processo penal.