Coimbra  21 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Dia Mundial do Sono com debate “Dormir bem, envelhecer melhor”

12 de Março 2019

A Associação Portuguesa do Sono (APS), em colaboração com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, promove em Coimbra, na sexta-feira, o colóquio “Dormir bem, envelhecer melhor”.

Destinado a assinalar o dia Mundial do Sono da organização da World Sleep Society, o colóquio vai decorrer no auditório do Conservatório de Música de Coimbra, na tarde de sexta-feira, e terá como ponto alto um debate sobre “a forma como os Livros das Grandes Religiões Proféticas (a Tora do Judaísmo, a Bíblia do Cristianismo e o Alcorão do Islamismo) sublinham a importância de dormir”.

No auditório vão estar o líder da comunidade muçulmana, Sheik David Munir, um crente e estudioso de teologia católica, Isaías Hipólito, um crente hebraico e antigo presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, Carolino Tapadejo, o presidente da Associação Portuguesa do Sono, Joaquim Moita, e a cientista Cláudia Cavadas.

“A mensagem que se pretende transmitir é a de que o bem-estar físico, mental e social é melhor se dormir bem, não importa a idade. A qualidade do sono é um dos pilares fundamentais da saúde, a que se juntam a estabilidade emocional, alimentação adequada e a prática de exercício físico”, destaca a organização.

O colóquio pretende, ainda, “enfatizar que dormir mal causa várias doenças e terá consequências na qualidade de vida presente e futura”, e que “o sono tem impacto sobre todos os aspectos da vida e a sua má qualidade pode ser responsável pelo aparecimento de várias doenças orgânicas ou psicológicas”.

Durante o colóquio vão também ser entregues os prémios do concurso “Dormir bem, envelhecer melhor”, que a Associação Portuguesa de Sono promoveu, numa parceria com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, junto dos alunos das escolas de todo o país.

“Concorreram cerca de 100 alunos, do 1.º ciclo até ao ensino secundário, com imagens a ser enviadas desde a Madeira até Vila Real de Santo António. Os vencedores de cada um dos ciclos de ensino recebem prémios e vão ver os seus desenhos transformados em postais”, refere a organização.

No colóquio destaca-se, ainda, uma conversa entre as especialistas Maria Helena Estêvão, Ana Allen Gomes e Ana Rita Álvaro, que vão abordar os cuidados que se devem ter desde a infância até à idade sénior.