Coimbra  21 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CIMAGO beneficia de equipamento oferecido pela Liga Contra o Cancro

25 de Janeiro 2019

Duarte Nuno Vieira, director da FMUC, descerrou a placa de agradecimento com Carlos Freire de Oliveira, presidente cessante do NRC da LPCC e um dos fundadores do CIMAGO

 

O Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia (CIMAGO) agradeceu, hoje, publicamente ao Núcleo Regional do Centro da Liga Contra o Cancro (NRC-LPCC) a oferta de um equipamento de vanguarda, com o descerramento de uma placa.

A cerimónia decorreu no âmbito de um curso de vacinação, promovido pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), e foi uma forma de o CIMAGO agradecer o equipamento oferecido, que permite análises de mutações genéticas específicas em oncologia.

O investimento, de cerca de 42 000 euros (dos quais 5 000 dizem respeito a material de apoio laboratorial), decorre da missão da Liga de “apoio à investigação científica em oncologia” e foi, hoje, alvo de um agradecimento público por parte do CIMAGO, com o descerrar de uma placa, no átrio da Subunidade 1, do pólo III da FMUC.

A oferta trata-se de um equipamento laboratorial de vanguarda – PCR automático (Idylla), que permite a análise de mutações genéticas específicas em oncologia e “o reforço da capacitação laboratorial do CIMAGO”.

O financiamento do equipamento enquadra-se, de acordo com o presidente do NRC-LPCC, Vítor Rodrigues, na missão do Núcleo, nomeadamente, “o apoio à investigação científica na área oncológica, iniciativa complementar ao historial de bolsas de investigação já atribuídas e ao apoio a outras actividades científicas pontuais, que serão continuadas à medida das disponibilidades financeiras decorrentes da generosidade da sociedade nos peditórios anuais da LPCC”.

Para a Coordenadora do Centro de Investigação, Isabel Carreira, sendo este um equipamento automatizado, “permite um teste de diagnóstico molecular rápido, independente da amostra biológica utilizada ser fresca ou em parafina. Este possibilita, ainda, uma análise eficiente de material biológico em arquivo, podendo tirar-se partido do rico manancial de amostras existentes nos hospitais e na Faculdade”, sendo que o equipamento permite, também, “complementar os vários trabalhos de investigação do CIMAGO”.

Desde 2004, o apoio do Núcleo Regional do Centro da LPCC ao CIMAGO e ACIMAGO (a associação de apoio ao centro de investigação) totaliza 618 180 000 euros.

O curso “Vacinação no doente com Imunodepressão” foi pretexto para a cerimónia e juntou uma série de especialistas nacionais no debate a importância da vacinação no doente imunodeprimido (doente oncológico, doente transplantado e outras patologias) e no envelhecimento.