Coimbra  14 de Agosto de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ricardo Pocinho

Instituições de idosos: julgar parcialmente gera desassossego

1 de Agosto 2018

O presidente da Associação Nacional de Gerontologia Social (ANGES) considera que, em Portugal, a maioria das instituições que acolhem e cuidam de idosos são de excelente qualidade.
Ricardo Pocinho contraria quem tem vindo a público criticar, de forma generalizada, o desempenho de tais instituições.
“É injusto para os muitos profissionais qualificados, que trabalham com poucos meios e que tanto fazem com os mais velhos, serem considerados de forma idêntica com os casos isolados que não cumprem a lei nem os mais básicos princípios.
O presente ano tem sido fértil em notícias que envolvem instituições dedicadas a cuidar de idosos, sendo elas acusadas de não zelarem pela sua segurança, conforto, dignidade e havendo até relato de maus tratos e de condições desumanas nas referidas estruturas.
O sector social do Estado tem melhorado de forma extraordinária, ainda que haja necessidade de ser feito um grande esforço, nos próximos tempos, para assegurar o funcionamento das instituições, pois há recursos insuficientes devido ao alto desgaste das funções e aos baixos salários.
Quanto a falta de formação para a nova tipologia de utentes, ela pode fazer perigar as respostas sociais como hoje as conhecemos”.