Coimbra  20 de Junho de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Rui Avelar

Estoril – FC do Porto: Já não era Carnaval…

2 de Março 2018

O director de comunicação do FC do Porto reconheceu, ontem, uma transferência de 784 000 euros para a SAD do Estoril, feita uma semana antes da segunda parte do jogo entre os dois clubes.
“A 14 de Fevereiro, houve uma transferência do FC do Porto para o Estoril; nesse dia, tivemos dinheiro, depois do jogo com o Liverpool, e pagámos a outros clubes”, disse Francisco J. Marques, no programa “Universo Porto”.
O director de comunicação do emblema portista acrescentou que, “no caso do Estoril, o valor refere-se a dívidas para com o clube, nomeadamente sobre a transferência de Carlos Eduardo para o Al Hilal e a cedência de Licá, conforme demonstra uma factura de Novembro de 2017”.
Francisco J. Marques reagiu a uma notícia, avançada pelo diário A Bola, acerca de uma denúncia, feita sob anonimato junto do Ministério Público, sobre uma eventual reunião entre um executivo da Traffic (sociedade que detém a maioria do capital da SAD do Estoril), um empresário e um dirigente do FC do Porto. A alegada reunião terá tido lugar, num hotel de Lisboa, na véspera (20 de Fevereiro) da segunda parte do jogo de futebol para o campeonato da I Liga disputado pelo Estoril e pelo FCP.
O FC Porto venceu por 3 -1, depois de ter estado a perder, ao intervalo, por 1 -0.
Por sorte do Estoril, coube à Cidade Invicta acolher o jogo da primeira-mão da eliminatória disputada pelo FCP e pelo Liverpool; caso contrário, o clube da Grande Lisboa só iria embolsar 784 000 euros volvidas três semanas.
Ao omitir que a transferência ocorreu quando já não era Carnaval, Francisco J. Marques, para assinalar a semana de antecedência em relação a 21 de Fevereiro, podia ter lembrado que ela foi efectuada no “Dia dos Namorados”.