Coimbra  13 de Dezembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

João Pinho

Está de férias? Visite o Museu PO.RO.S! Não está? Visite quando puder.

9 de Agosto 2018

O dinâmico município de Condeixa-a-Nova, onde se situa um dos mais relevantes centros da romanização da Península Ibérica, (Conímbriga) dispõe desde o dia 07/05/2017 de uma oferta museológica, patrimonial e cultural única na região: o PO.RO.S – Museu Portugal Romano em Sicó, onde imperam as novas tecnologias e multimédia, que foi instalado na antiga casa senhorial da Quinta de S. Tomé.
Quis saber um pouco mais sobre o caminho trilhado e algumas informações foram surpreendentes: mais de 17 000 pessoas visitaram o museu desde a sua inauguração, pelo que o futuro é encarado com optimismo, permitindo definir como expectativa para o 2.º ano de funcionamento a cifra de 30 000 visitantes.
Mas quem tem visitado o museu? Em termos de faixas etárias/escolares são os adultos e crianças os que revelam maior interesse. Porém, os grupos que visitam o museu em contexto escolar são os que menos se deixam cativar pelo espaço, resultado aparente duma deficiente preparação da visita por parte dos formadores.
Quanto à naturalidade dos visitantes regista-se o predomínio de Condeixa e da região envolvente, embora o todo nacional já esteja representado – estando por “conquistar”, porém, o público do interior Norte e Sul de Portugal – com uma grande fatia a aproveitar os domingos de livre acesso. Regista-se, também, uma grande diversidade de proveniências estrangeiras: ingleses, americanos, alemães, franceses e, curiosamente, poucos espanhóis.
Cerca de 80 por cento dos visitantes solicitam visitas guiadas e 40 por cento correspondem a visitas escolares, não existindo até ao momento reclamações, fruto de uma cuidada atenção da parte da equipa, que inclui um guião de 180 páginas em constante aperfeiçoamento para dar resposta não só às diversas questões colocadas mas também a actualizar os conhecimentos sobre a romanização.
A equipa do PO.RO.S é multidisciplinar: arqueologia, teatro, antropologia, artes performativas e história da arte, assegurando não só a ligação museu-publico, mas também a efectivação dos protocolos com outras instituições como Exploratório, Portugal dos Pequenitos ou Museu de Conímbriga.
O PO.RO.S representou um investimento de 3,5 milhões de euros com 75 por cento comparticipado com fundos comunitários. Cumpre todas as normas legais em vigor, incluindo a acessibilidade a pessoas com necessidades especiais.
Em Agosto, mês de férias por excelência, é uma opção a incluir na rota de todos aqueles que gostam de (re)descobrir fontes de conhecimento e cultura. Mas, se as férias forem curtas e distantes, não se esqueça de apontar na agenda para visita oportuna: PO.RO.S – Condeixa-a-Nova. Só ou acompanhado, não se irá arrepender.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com