Coimbra  21 de Abril de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

João Pinho

Cultura que gera cultura: o atelier Eliseu na Lousã

12 de Abril 2019

Atelier Eliseu na Lousã

No passado sábado, dia 06, pelas 18h00, foi inaugurado no icónico n.º 07 da rua da Graça, na Lousã, o atelier Eliseu, que contou com a presença de uma centena de pessoas, a maioria das quais com ligações ao mundo cultural da região.

O novo espaço, bonito, amplo e com o toque de classe das casas senhoriais, resulta do empreendedorismo, ousadia e modernidade de uma família que ostenta pergaminhos no domínio das artes na nossa região, cuja geração mais recente (José, Mena e Sérgio, pai, mãe e filho, respectivamente) possuem 44 anos de experiência – da pintura à escultura, passando pela conservação e restauro.

O atelier acolhe 150 trabalhos divididos pela sala de exposições temporárias, sala de aulas de pintura, atelier de conservação e restauro/artes decorativas. Foi também, inaugurada, paralelamente, a «Exposição Internacional de Intermédia», contando com as contribuições dos artistas e estudiosos: Gilberto Reis, Hugo Paquete, Cristianne de Sá, Raquel Carrilho, João Vilnei e Sérgio Eliseu.

A casa que abriga o novo atelier pertenceu ao Dr. Eugénio Mascarenhas Viana de Lemos, advogado, político, escritor e genealogista (1899-1980) e preserva vários pormenores do tempo dos antigos proprietários.

Citando os promotores «deseja-se uma regular frequência do atelier, não apenas com público da Lousã mas aberto ao nacional e internacional», pelo que se propõem «dinamizar o espaço de forma a que isso se torne possível, partilhando o “palco” com outros autores através, por exemplo, de manifestações artísticas inovadoras».

(*) Historiador e investigador