Coimbra  23 de Maio de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Tábua promove IV Encontro de Culturas em Junho

17 de Maio 2018

O Jardim Sarah Beirão volta a ser o palco do IV Encontro de Culturas de Tábua, de 08 a 10 de Junho, dias em que se pretende o convívio e a integração da cultura portuguesa e de várias outras nacionalidades presentes no concelho.

A quarta edição desta iniciativa da Câmara Municipal de Tábua pretende “sensibilizar para a existência de uma comunidade estrangeira, promover a socialização das comunidades imigrantes e também a sua integração social, cultural e linguística, bem como promover o enriquecimento e o desenvolvimento cultural”.

Durante três dias, cidadãos de diversas nacionalidades residentes no concelho de Tábua e na região promovem e usufruem de actividades culturais, sociais e económicas, através da exposição de produções artísticas (como pintura e fotografia ou artesanato e escultura), e de espectáculos (música e teatro, entre outros).

Mário Loureiro, presidente da Câmara Municipal de Tábua, explicou que “a comunidade estrangeira no concelho é muito significativa, perfazendo quase 10 por cento da população total” e adiantando que, por isso, “esta é uma oportunidade de reconhecer o investimento que fazem em Tábua e o terem escolhido este território para viver”.

O autarca sublinhou, ainda, que estes cidadãos “considerados já como tabuenses, souberam transformar esta na sua terra e fazer aqui os seus investimentos, criando riqueza e qualidade de vida”.

Quando à iniciativa, Mário Loureiro congratulou-se pelo sucesso das edições anteriores, destacando a do ano passado “que foi realmente fantástica”, esperando que a de 2018 “seja maravilhosa e que continue a crescer em qualidade, mas também em quantidade de pessoas”.

Este é já, segundo o édil, “um evento de referência, com muita animação e alegria, com troca de experiências entre todos, tabuenses e comunidade imigrante”.

A programação foi preparada de forma a que “não seja muito dispendiosa para o Município, mas que orgulhe a população e saiba dar dignidade ao evento, passando a mensagem a todos de que Tábua sabe acolher bem”.

Alguns dos estrangeiros que vivem em Tábua dedicam-se ao turismo em espaço rural, à produção de cerveja artesanal, de vinhos e de compotas, à jardinagem e produção de flores ou ao artesanato.

O Encontro de Culturas constituirá, durante três dias, “um reflexo daqueles serviços, actividades e produtos, além das gastronomias de grande parte dos países dos quais são oriundos os habitantes estrangeiros de Tábua e região”, revela a autarquia.

O evento permite ainda “o fortalecimento das redes de intercâmbio criando um espaço para o estabelecimento de diálogos e contactos entre os diversos promotores e agentes culturais e comerciais”.

Impulsionado pelos professores de inglês das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) da escola pública do primeiro ciclo do Ensino Básico de Tábua, em colaboração com a Câmara Municipal, o Encontro de Culturas tem reunido, nas edições anteriores, cerca de um milhar de pessoas por dia, estima o vereador António Oliveira, admitindo que também este ano será mantida a tendência de acréscimo que se tem registado de ano para ano.

São, entretanto, vários os participantes já inscritos na edição deste ano dos Encontros, nas áreas de artesanato, ‘street food’ (comida de rua) e turismo ou para apresentarem as suas artes e espectáculos, produtos e serviços no Encontro, no qual também haverá actuações de portugueses.

As maiores comunidades de estrangeiros residentes no município de Tábua são oriundas essencialmente da Holanda e da Alemanha, mas residem ali cidadãos de diversas outras nacionalidades (e não apenas europeias), à semelhança, de algum modo, do que sucede, por exemplo, nos concelhos vizinhos de Oliveira do Hospital e de Arganil (distrito de Coimbra).

Programa diversificado e apelativo

Entre música, gastronomia e ‘stand up comedy’, o IV Encontro de Culturas vai ter animação sem parar durante os três dias. Na sexta-feira (08), o evento está aberto entre as 19h00 e a 01h00; no sábado (09), das 12h00 à 01h00; e no domingo (10), das 12h00 às 00h00.

Pelo Jardim vão passar Carlos Marques; Daytay; Spring Festival; Pedro Neves (‘stand up’); Ús Sai de Gatas; Ana Arrebentinha (‘stand up’) e Kafe pa 3.

Além disso haverá os habituais locais de ‘street food’, animação infantil e diversos ateliers.

As entradas são gratuitas.