Coimbra  21 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Refugiados da Fundação ADFP participam em documentário

21 de Dezembro 2017

“Viagem ao Sol” é o nome do documentário da produtora independente Kintop, que conta com a participação especial de refugiados da Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional (ADFP), de Miranda do Corvo.

A produtora visitou a instituição no âmbito deste seu novo documentário, que pretende “estabelecer um paralelismo entre o acolhimento de cerca de 5 000 crianças austríacas por famílias portuguesas nos anos 1948 a 1953 e o acolhimento de refugiados em Portugal na actualidade”, explicou a Fundação.

Foi o técnico Hugo Vaz que conduziu a equipa de reportagem pelas várias valências da Fundação e respondeu às várias questões da realização sobre o trabalho desenvolvido no acolhimento e instalação de refugiados.

A entrevista e a filmagem para recolha do testemunho de vida do casal de refugiados de guerra, acolhido pela instituição, decorreu no final de Novembro.

O co-realizador do documentário Ansgar Schaefer disse estar “impressionado com a dimensão do trabalho desenvolvido na Fundação ADFP, a variedade de áreas abrangidas, mas sobretudo pela humanidade das relações que são estabelecidas com os utentes ou hospedes”.

Segundo a ADFP, a equipa de produção foi “unânime em dar ênfase a um factor diferenciador da instituição”, chamando a atenção de todos para “o esforço desempenhado para colocar as pessoas ao mais alto nível possível de autonomia, nomeadamente inserindo-as em órgãos de Direcção, dando-lhes tarefas de responsabilidade ou a possibilidade de se dedicarem a ofícios e trabalhos manuais”.

O co-realizador e restante equipa (Susana Sousa Dias – co-realizadora; Elsa Sertório – produtora; e Mário Espada – técnico de som e imagem) acrescentaram, ainda, que a ADFP é a prova de que “é possível lidar com quem precisa de ser ajudado, ultrapassando as fronteiras da caridade e do assistencialismo”.