Coimbra  16 de Dezembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

PSP deteve três pessoas por tráfico e cultivo de estupefacientes

8 de Junho 2018

Três homens, dois com 38 e um com 44 anos, foram detidos, ontem (07), pela prática do crime de tráfico de estupefacientes, revelou, hoje, o Comando Distrital da PSP de Coimbra.

As detenções ocorreram na rua de Doutor Sousa Refoios, e resultam de uma “diligência processual, no âmbito deum processo-crime em investigação” na PSP.

Depois de efectuada uma busca domiciliária à residência dos suspeitos, a Polícia encontrou, “nas diversas divisões da mesma, artigos/objectos utilizados para o cultivo e preparação de cannabis sativa (haxixe), bem como outros bens e/ou equipamentos de apoio à actividade ilícita, que foram apreendidos”, adianta a PSP.

Foram, ainda, encontrados diversos tipos de produto estupefaciente, que após análise deram positivo para liamba, num total de 1 300 doses individuais, cocaína, num total de 30 doses individuais, haxixe, num total de oito doses individuais e 13 pés de planta cannabis sativa.

No decorrer da operação, a Polícia apreendeu, também, duas viaturas, ligeiros de passageiros, uma de gama média e outra de gama alta.

Os artigos apreendidos foram:

  • Uma estufa de cultivo, térmica, portátil e ventilada;
  • Uma estufa de secagem;
  • Cinco moinhos para liamba;
  • Um higrómetro (para medir temperatura e humidade);
  • Quatro balanças digitais de precisão;
  • Um separador de folhas;
  • Um calibrador de PH;
  • Duas botijas de CO2;
  • Uma embalagem de um litro de fertilizante/estimulante de raízes;
  • 37 embalagens de adubos, substratos e fertilizantes;
  • Um computador portátil;
  • Um tablet;
  • Três telemóveis;
  • 6 800 euros
  • 400 reais do Brasil.

Ainda ontem (07), pelas 13h50, na rua da Porteladinha, em Coimbra, a PSP deteve um outro indivíduo, pelo crime de ameaça.

No caso, o homem, com 32 anos, encontrava-se no local a ameaçar de morte o queixoso, um cidadão de 45 anos.

“No local, os agentes constataram que o suspeito se encontrava em frente à habitação do ofendido, com uma pá de ferro nas mãos, afirmando que o matava e lhe cortava o pescoço, o qual, apesar de advertido diversas vezes para cessar com as ameaças, manteve a atitude, continuado a ameaçar a vítima, tendo-lhe sido dada voz de detenção, após a formalização por parte da vítima o seu direito de queixa”, revela a PSP.

O detido encontra-se já a cumprir pena, em processo-crime, no regime de permanência na habitação, com pulseira electrónica.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com