Coimbra  21 de Novembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Projecto “Informat” de Xavier Viegas vence concurso de empreendedorismo

5 de Novembro 2018

Depois de vencer a primeira edição do ‘GovTech’, um concurso do Governo português, o projecto “Informat”, desenvolvido pelo investigador da Universidade de Coimbra Carlos Xavier Viegas, foi novamente premiado, desta vez num concurso de empreendedorismo e inovação do Crédito Agrícola.

O “Informat” – Intelligent Forest Management Technologies, um “sistema robotizado com funcionamento semiautónomo para criação de aceiros e limpeza de terrenos florestais”, ficou em primeiro lugar neste concurso, na categoria de “Desenvolvimento Rural”.

O projecto do investigador do Instituto de Sistemas e Robótica (ISR) e da Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da

Universidade de Coimbra (FCTUC) “foca-se no desenvolvimento e aplicação de ferramentas tecnológicas no apoio à gestão da floresta e terrenos rurais”, adianta a UC.

Uma vez que o actual paradigma da gestão florestal e corte de vegetação com apoio de meios mecanizados assenta “essencialmente no uso de ferramentas manuais (moto-roçadoras), ou máquinas florestais tripuladas”, em ambos os casos, “o trabalhador está sujeito ao contacto com as ferramentas de corte, à projecção de pedras, elevados níveis de ruído, poeira e vibração”, sublinha.

Este novo sistema permite que operar à distância e “começam já a ser disseminados meios robotizados para este trabalho”, explica Carlos Xavier Viegas.

“Embora esta solução, em teoria, permita um distanciamento do operador em relação à máquina de corte, na prática o trabalhador precisa de estar nas imediações da máquina, que é cega, para poder operá-la e desviá-la de obstáculos”, reforça o investigador, adiantando que “o Informat pretende dotar estas máquinas de sensores e de inteligência que lhes permitam funcionar de modo semiautónomo”.

Assim, “apenas um operador pode supervisionar o trabalho de uma equipa de vários robots com capacidades e ferramentas diferentes, que executam em simultâneo um trabalho previamente definido num terreno mapeado com recurso a drones”, afirma o investigador.

“Este projecto irá permitir um maior aproveitamento dos recursos humanos, melhorar as condições de trabalho dos operadores florestais, melhorar a eficiência e rapidez dos trabalhos de limpeza e reduzir o seu custo”, além de poder actuar, ainda, “na prevenção dos fogos rurais”, realça.

O “Informat” foi um dos 12 finalistas escolhidos entre mais de 80 projectos concorrentes, acabando por vencer o prémio entre três finalistas na categoria de “Desenvolvimento Rural”, na qual estava inserido.

Além da ADAI e do ISR, o projecto conta com a participação da Silvapor- Ambiente & Inovação, Lda. e da Florestal – Máquinas e Equipamentos, Lda.

Ainda em Outubro, o projecto venceu o concurso do Governo “GovTech”, o que lhe deu direito a 30 000 euros de prémio; um protocolo de colaboração com o Estado; um espaço em incubadora nacional; apoio à internacionalização e acesso à ‘Websummit’ (que se encontra a decorrer), com a possibilidade de expor o produto ou serviço durante um dos dias do evento.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com