Coimbra  23 de Outubro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Novos parceiros reforçam oferta da Rede de Museus de Coimbra

11 de Maio 2018

O Dia Internacional e a Noite dos Museus vão ser celebradas, este ano em Coimbra, com a entrada de cinco novos parceiros na sua ‘Rede de Museus’, proporcionando visitas guiadas aos diversos espaços museológicos.

Durante a próxima sexta-feira (18) e a noite de sábado (19), nove equipamentos culturais da cidade, aos quais se juntam os quatro parceiros, assinalam as efemérides (e o tema deste ano “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”) com diversas actividades e entradas totalmente gratuitas, algumas sujeitas a inscrições prévias.

Assim, a cultura da cidade de Coimbra será celebrada em todos os equipamentos, com destaque para as visitas guiadas, exibição de filmes, jogos, inaugurações de exposições e, também, diversos momentos musicais.

O Seminário Maior, a Casa Museu de Elísio de Moura, o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha e a Fundação Inês de Castro (com os jardins históricos da Quinta das Lágrimas) são os quatro novos parceiros desta Rede e que, este ano, vão ser o grande destaque do Dia Internacional dos Museus.

“O objectivo da Rede prende-se com dois factores: a sua divulgação e ampliação. A divulgação através de maior aposta nas redes sociais e a sua ampliação com a admissão de novos parceiros, no sentido de reforçar a oferta e o tecido museológico da cidade, para que o encanto dos museus não seja exclusivo aos maiores, mas também aos pequenos pequenos e aos seus tesouros escondidos”, explicou Pedro Casaleiro, do Museu da Ciência.

Os novos parceiros serão, então, dados a conhecer através de um percurso guiado (limitado a 30 pessoas) pelos quatro equipamentos museológicos, tendo início às 09h30, no Seminário Maior (onde se poderá visitar os aposentos do bispo, a biblioteca antiga, as salas de aula e as igrejas; terminando com um concerto dinamizado pelo organista Paulo Bernardino).

A visita segue, depois, para a Casa Museu de Elísio de Moura; à tarde (14h30) chega ao Mosteiro de Santa Clara-a-Velha para diversas actividades, que incluem os mais pequenos, e, por fim, às 16h30, à Fundação Inês de Castro para uma visita aos jardins da Quinta das Lágrimas.

Já para a noite de sábado (19), encontram-se abertos e com entradas livres, os diversos espaços museológicos da Câmara Municipal de Coimbra (Museu Municipal, Torre de Almedina e Torre de Anto); a Casa Museu de Bissaya Barreto; o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha; o Museu da Água; o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra; o Museu Nacional de Machado de Castro e, também, alguns espaços da UC, como Paço das Escolas, Torre e Palácio Real (a Biblioteca Joanina estará encerrada por questões de segurança).

Embora com horários diferentes, na sua maioria os espaços estarão abertos até às 23h00 ou 24h00, proporcionando a turistas ou conimbrincenses actividades gratuitas e apelativas para se conhecer o património cultural da cidade.

Carina Gomes, vereadora da Cultura, afirmou que a entrada de novos parceiros nesta “rede informal” torna-a “mais rica, completa e diversificada, permitindo mostrar que a riqueza museológica de Coimbra é grande e merece ser visitada”.

A autarca sublinhou, ainda, que esta iniciativa “contraria a ideia de que o património está escondido ou em segredo, contribuindo para a sua descoberta” e ajuda a “juntar os vários parceiros num programa comum e articulado”.

O trabalho desta rede foi, também, destacado pela vereadora da Cultura, que deixou um convite a todos, inclusive famílias com crianças, para que “visitem estes equipamentos e descubram os seus vários segredos”.

Destaques no programa

No dia 18 (sexta-feira), o Museu da Ciência promove um concerto para violino; no Museu da Água será inaugurada a exposição “Contra-natura – the Good, the Bad and The Monster”, em parceria com o Centro de Estudos Sociais (CES); na Casa Museu de Bissaya Barreto propor-se-á uma descoberta ao seu espaço e no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha vai ser promovida a inauguração da exposição “Azulejaria Mudéjar”, adaptada ao público daltónico.

Também nesse dia, o Museu Nacional Machado de Castro (MNMC) dinamizará vários jogos interactivos e multissensoriais inspirados nas colecções do museu.

Na Noite dos Museus (sábado), a Universidade de Coimbra abre as portas do Paço das Escolas, onde será possível subir à Torre, o MNMC vai ter visitas dramatizadas ao espaço e a apresentação da peça “A Traição”, pelo grupo de teatro da Liga dos Amigos do museu, e o Museu da Ciência dinamiza observações astronómicas.

Já na Torre de Anto, um grupo de antigos alunos da Escola do Chiado vão tocar Canção de Coimbra com guitarras de Carlos Paredes, numa de várias iniciativas que decorrem durante essa noite pelos museus da cidade.

 

Rede de Museus de Coimbra

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com