Coimbra  20 de Outubro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Morreu Pedrosa Veríssimo, ex-presidente da autarquia da Figueira da Foz

6 de Agosto 2018

Faleceu, ontem (05), aos 102 anos de idade, Pedrosa Veríssimo, antigo presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz.

O figueirense morreu em sua casa, no Paião, sendo que as cerimónias fúnebres realizam-se, hoje, pelas 17h00, na igreja matriz dessa mesma vila.

Adelino Pedrosa Veríssimo nasceu a 04 de Setembro de 1915 na freguesia do Paião, local onde residia, tendo frequentado a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde se licenciou em Filologia Clássica em 1945. Em 1946 concluiu o curso de Ciências Pedagógicas, enquanto leccionava no Colégio de Peso da Régua.

Fez estágio pedagógico no então Liceu Normal de D. João III em Coimbra, de 1947 a 1949, e ingressou depois no ensino oficial, como professor agregado.

Exerceu a catividade lectiva no Liceu Municipal da Figueira da Foz e no Seminário da Imaculada Conceição, na mesma cidade. Durante este período foi também vereador da Câmara Municipal da Figueira da Foz, tendo a seu cargo o pelouro da cultura durante quatro anos.

De 1958 a 1960, foi presidente da Câmara Municipal, tendo, por isso, interrompido a actividade lectiva durante este período.

A autarquia da Figueira da Foz já se manifestou perante a morte de Pedrosa Veríssimo, decretando um dia de luto municipal, a cumprir hoje, com a colocação da bandeira a meia haste nos edifícios municipais.

“Retenho para sempre o indisfarçável orgulho com que o professor Veríssimo dava conta do seu desempenho enquanto autarca. A postura humilde com que enfrentou grandes desafios, com parcos meios é, sem dúvida, uma das muitas memórias de um legado riquíssimo, sempre aliada a uma elevada e inquestionável postura ética e institucional”, afirmou João Ataíde, actual presidente, que pretende levar à votação, na próxima reunião de Câmara, um Voto de Pesar onde dá conta da “profunda consternação com que esta perda está a ser sentida na Figueira da Foz”.

O seu trabalho e mérito de Adelino Pedrosa Veríssimo foram reconhecidos publicamente pela Câmara Municipal, no final do ano de 2000, ao ser-lhe atribuída a medalha de ouro da cidade, como forma de o “distinguir e prestar público apreço pelo valor das suas realizações”, revela a autarquia figueirense.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com