Coimbra  23 de Maio de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Laboratório de Polícia Científica da PJ distinguido nos EUA

14 de Maio 2018

O laboratório da Polícia Judiciária dirigido por Carlos Farinha acaba de ser distinguido, nos Estados Unidos da América, com um prémio atinente a identificação por impressões digitais.

Trata-se do reconhecimento daquele que foi considerado o melhor trabalho em 2017, na área da identificação por impressões digitais, tendo o prémio sido entregue na Conferência Anual de Identificação Biométrica (realizada em Los Angeles).

O caso na base da distinção surgiu no âmbito de uma investigação sobre pornografia infantil na Internet, efectuada pela Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica.

A intervenção do laboratório, que permitiu conhecer a identidade de dois abusadores sexuais, foi considerada inovadora e de grande qualidade, abrindo novos campos à utilização da lofoscopia e no recurso às bases de dados biométricas.

No âmbito da sua actividade ao serviço da PJ, o jurista Carlos Farinha trabalhou como inspector em Coimbra.