Coimbra  17 de Novembro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Juntas de freguesia ajudam a tornar o Natal das famílias mais feliz

11 de Novembro 2017

Os cabazes de Natal são já uma tradição nas diversas freguesias de Coimbra e, este ano, não serão excepção para as famílias mais carenciadas da cidade.
O objectivo é ajudar os cidadãos com mais dificuldades económicas a terem um Natal mais feliz e aconchegado com produtos oferecidos pelas suas autarquias.
As doações incluem alimentos que podem ajudar a que a refeição da noite de Natal seja mais completa. Produtos como o bacalhau, azeite, massas, açúcar, farinha ou o leite são alguns dos que se podem encontrar nestes cabazes e que tanta falta fazem em muitos lares, não só do concelho de Coimbra, mas também do resto do país.
Infelizmente, ao longo dos últimos anos, estas doações têm vindo a ser mais solicitadas, o que obriga a um maior investimento, quer das juntas de freguesia como das instituições de solidariedade social que, a par dos executivos, doam alimentos nesta altura do ano.
Na União de Freguesias de São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades as inscrições estão já abertas e decorrem até 07 de Dezembro. Aqui, para os cidadãos que quiserem receber um cabaz de Natal, com alguns bens alimentares essenciais desta época, é necessário que apresentem vários documentos, nomeadamente, identificação pessoal e fiscal, composição do agregado familiar, recibo de vencimento actual, recibo de renda de casa ou valor do empréstimo bancário, que deverão ser entregues nas sedes das freguesias, quer em São Martinho do Bispo como em Ribeira de Frades.
Também na União de Freguesias de Santa Clara e Castelo Viegas estão as inscrições abertas para os cabazes de Natal que, como habitualmente, serão 250. Até final de Novembro e mediante a apresentação da documentação necessária nas duas sedes de freguesia, os cidadãos e famílias com mais dificuldades poderão inscrever-se para receberem o habitual cabaz alimentar natalício.
Na Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais a tradição mantém-se, numa parceria com as instituições daquela localidade, no sentido de “não haver duplicação de cabazes”, refere o presidente Francisco Andrade.
Também em Ceira, estes “presentes” serão distribuídos com a ajuda das IPSSs da freguesia, nomeadamente da Celium e das Conferências de S. Vicente de Paulo, que sinalizam quem mais precisa. “Infelizmente, este ano, com certeza que não serão menos famílias que irão receber”, adiantou o autarca Fernando Santos.
Em Brasfemes, e à semelhança do que tem acontecido nos anos anteriores, é à Comissão Social de Freguesia que cabe a tarefa de sinalizar os que mais necessitam deste apoio, que será depois prestado pelo executivo.
Na União de Freguesias de Coimbra, a iniciativa voltará a acontecer, estando as inscrições abertas até 07 de Dezembro, nas diversas sedes das freguesias.
Já em Souselas e Botão, o executivo promete “ajudar de alguma forma os mais carenciados”, embora ainda não esteja definido o método para tal. O mesmo acontece com a União de Freguesias de Taveiro, Ameal e Arzila que, também, irá apoiar os mais carenciados nesta altura do ano.
Os beneficiários irão, assim, receber um presente de Natal antecipado, uma vez que os cabazes serão entregues, na sua grande maioria, na semana antes da ceia natalícia.