Coimbra  17 de Outubro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Hospital dos Covões: Urgências reabrem aos fins-de-semana

31 de Julho 2017

O Serviço de Urgências do Hospital dos Covões (Coimbra) vai reabrir aos fins-de-semana, medida encarada por fontes auscultadas pelo “Campeão” como sendo de carácter eminentemente eleitoralista.

A reabertura deverá ocorrer, a 01 de Setembro, um mês antes das próximas eleições autárquicas.

O encerramento nocturno, em vigor há mais de cinco anos, irá deslizar das 20h00 para as 22h00, tendo o anterior presidente do CHUC – Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, José Martins Nunes, invocado, na altura, reduzida afluência de doentes entre as 20h00 e as 09h00.

Fontes do CHUC disseram ao nosso Jornal que ambas as medidas destoam do projectado encerramento de uma enfermaria de cirurgia.

Perante a notícia do “Campeão”, a coligação “Mais Coimbra” (PSD – CDS/PP – PPM – MPT) regozijou-se com a reabertura aos fins-de-semana, opinando ser “incompreensível a teimosia governamental de manter o encerramento no período nocturno”, mas aludiu a “cheiro a demagogia pré-eleitoral”.
“Esperamos que esta decisão, em período pré-eleitoral, se traduza num sinal de que o Governo vai dotar o CHUC de recursos financeiros capazes de permitir a manutenção de uma prestação de cuidados de saúde de grande qualidade, sem estrangulamentos orçamentais”, declarou Jaime Ramos.
Infelizmente, prosseguiu o médico, “consta que irão fechar serviços, nomeadamente de cirurgia, no Hospital dos Covões para compensar o aumento da despesa com o Serviço de Urgências”.

Para Jaime Ramos, “o prestígio de Coimbra no sector da saúde exige uma visão estratégica, que não se compadece com medidas casuísticas destinadas a agradar a eleitores”.
“Os partidos que suportam o Governo (PS, PCP e BE ) devem explicar aos cidadãos de Coimbra a estratégia subjacente a estas medidas de alargar horários do [referido] Serviço de Urgência e fechar serviços de cirurgia, bem como garantir que o Executivo reforça a dotação financeira (indicando os montantes do crescimento ) disponível para a gestão do CHUC”, conclui o médico.