Coimbra  25 de Fevereiro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Folia luso-brasileira promete atrair milhares de pessoas à Mealhada

9 de Fevereiro 2018

Vítor Hugo, actor brasileiro, e Raquel Loureiro, modelo e actriz portuguesa, são os reis do Carnaval da Mealhada 2018

 

Nos próximos dias, na Mealhada, só a temperatura na rua lembrará aos foliões que não estão no Brasil. Mas o calor do samba, do convívio e das músicas carnavalescas promete aquecer e encher a cidade.

Como habitualmente e sem quebrar a tradição de que este é o Carnaval mais brasileiro de Portugal, o rei será o actor brasileiro Vítor Hugo, que participa, actualmente, na novela da TVI “A Herdeira”, enquanto que, a representar Portugal, estará a modelo e actriz Raquel Loureiro no papel de rainha do Carnaval.

É à Associação de Carnaval da Bairrada (ACB) que cabe a responsabilidade de organizar o evento, um dos maiores e mais conhecidos no país, que todos os anos atrai à Mealhada milhares de pessoas.

À semelhança do que aconteceu já no ano passado, os tradicionais desfiles das escolas de samba e dos grupos de Carnaval voltam a realizar-se no centro da cidade, “um esforço conjunto da ACB e autarquia para recentrar os festejos no seio dos munícipes”, explica a Associação.

Os corsos carnavalescos saem à rua no domingo (11) e na terça-feira (13), a partir das 14h30, com início na zona do Centro Escolar da Mealhada, seguindo para as ruas pedonais, circundam o Jardim Municipal, de onde seguem até à Estação de Caminho de Ferro da Mealhada.

Os perto de 750 participantes das quatro escolas de samba da Mealhada (Amigos da Tijuca, GRES Batuque, Real Imperatriz e Sócios da Mangueira) e dos cinco grupos locais, acompanhados dos tradicionais carros alegóricos, vão animar as milhares de pessoas que se esperam, em particular, nestes dois dias nas ruas da cidade.

As entradas para os corsos de domingo (11) e terça-feira (13) custam cinco euros.

Além das actividades diurnas, os foliões podem continuar a festa até de madrugada com as “Noites da Tenda”, sempre a partir das 22h00 e com entradas gratuitas. A programação começa já hoje, com a apresentação das escolas de samba “SambaLêlê”, seguindo-se, amanhã (10), Toque Social e Pé de Samba; e no domingo o “Samba do Chalé”. Entre os desfiles de domingo e terça-feira, os foliões serão animados com as Garotas de Ipanema e Nuno Bastos, na segunda-feira (12). No dia seguinte, além do corso carnavalesco, serão conhecidos os resultados do Troféu Joham D´Oliveira e actuam os Double Grooves.

Orçamento encurtado

O regresso ao centro da cidade da Mealhada e às origens do evento era algo pretendido e já uma “aposta ganha” pela Associação de Carnaval da Bairrada, contudo, este ano o orçamento foi, também, mais curto, o que levou a ACB a “reajustar algumas actividades”, como o caso do”Carnaval Trapalhão”, que este ano não se irá realizar, e da tenda nocturna, que albergará as noites de folia, com dimensão mais pequena, contudo de entrada gratuita nas cinco noites. Apesar da contenção, a ACB aumentou a verba às escolas de samba.

Da parte da autarquia são disponibilizados 70 000 euros, mas os responsáveis pelo Carnaval admitiram que esperavam a verba extraordinária de 24 000 euros, constante do regulamento assinado por ambas as partes, para cobrir o prejuízo caso chova na terça-feira (como aconteceu no ano passado).