Coimbra  21 de Setembro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira anima-se com mais nova edição da Gala dos Pequenos Cantores

15 de Julho 2017

A 29.ª edição da Gala Internacional dos Pequenos Cantores volta ao palco do Centro de Artes e Espectáculos (CAE), da Figueira da Foz, amanhã (16).

Este ano, em que se pretende uma maior envolvência da comunidade, através da participação de crianças e jovens figueirenses na abertura do espectáculo, a Gala iré ter início com um momento dançado, a ser trabalhado numa oficina, orientada pelo coreógrafo Yonel Castilla Serrano.

Têm entre sete e 10 anos, são de geografias muito distantes, mas, em comum, possuem o gosto de cantar e a vontade de contribuir para um mundo melhor através da partilha de culturas, experiências, sorrisos, riso, sonhos e… a música.

Este ano, o evento, promovido pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, terá transmissão televisiva diferida, em data a anunciar, nos canais da estação RTP, dando a conhecer ao mundo o talento e as mensagens dos 14 jovens participantes, que actuarão acompanhados pelo Coro das Pequenas Vozes, dirigido pela maestrina Alexandra Curado, e pela Orquestra Mar & Arte, dirigida pelo maestro Rui Lúcio.

A apresentadora é Joana Teles e o júri será constituído por Sansão Coelho, (presidente), André Sardet (cantor), Carla Bernardino (professora de canto e técnica vocal da Escola de Artes do CAE) e Joaquim Martins (aluno do Conservatório de Música de David de Sousa).

Para um maior envolvimento da comunidade jovem local, 35 crianças figueirenses participarão num ‘workshop’ de dança com vista à criação da coreografia, de Yonel Castilla Serano, que abrirá o espectáculo.

Criada em 1979, a Gala Internacional dos Pequenos Cantores nasceu com o objectivo de fomentar a criação e divulgação de temas musicais próprios para crianças e por elas interpretadas, bem como de divulgar os “Direitos da Criança” e as entidades sem fins lucrativos postas ao seu serviço, fomentando, simultaneamente, os laços de amizade entre os povos, sem distinção de raça, cor, credo, sexo ou origem.