Coimbra  18 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Facilitada a compra de gás de botija

5 de Janeiro 2018

O Governo aprovou, ontem (04), a comercialização obrigatória de garrafas de gás nos postos de abastecimento de combustíveis.
A medida habilita os consumidores a trocarem de botija em qualquer daqueles postos, independentemente da marca do gás.
“Isto significa que, especialmente em lugares onde existam poucos fornecedores, passará a haver uma rede maior”, assinalou o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.
Pretende-se contribuir para a transparência dos preços e o bom funcionamento do mercado dos combustíveis e restantes derivados do petróleo, por via do combate ao elevado preço do gás engarrafado (praticado em Portugal comparativamente a outros países da Europa, refere um comunicado do Conselho de Ministros.
De acordo com a Deco – Associação de Defesa do Consumidor, 2,60 milhões de portugueses (cerca de uma quarta parte) utilizam gás de botija e pagam “o dobro” da factura suportada pelos utilizadores de gás natural.
A botija de gás social, dedicada às famílias economicamente vulneráveis, à semelhança da tarifa social na electricidade e no gás natural, vai avançar, ainda este ano, através de um projecto-piloto em parceria com a petrolífera espanhola Cepsa, anunciou, recentemente, o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.