Coimbra  25 de Março de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Exploratório com bilhete conjunto para visitar “Os Dinossauros”

6 de Janeiro 2018

O bilhete conjunto que permite à população visitar o Exploratório e o Portugal dos Pequenitos, em Coimbra, estendeu-se, agora, à exposição “Os Dinossauros visitam a Figueira”.

A parceria entre os dois espaços museológicos conimbricenses, firmada em Junho de 2017, alarga-se à cidade da Figueira da Foz, pelo menos até Março, altura em que termina a mostra sobre os dinossauros.

Assim, a partir de agora há um bilhete único que permite ao público visitar três espaços distintos: o Exploratório, o Portugal dos Pequenitos e a exposição “Os Dinossauro visitam a Figueira”, tendo como objectivo “alargar a oferta cultural na região Centro e dar a opção aos visitantes de frequentar espaços diferenciados a preços mais vantajosos, garantindo-lhes, assim,k pelo menos um dia completo de actividades nesta região”, explica o Exploratório, em comunicado.

Os preços variam entre os 11,50 euros e os 16,50 euros por pessoa para visitar a exposição da Figueira da Foz, o Portugal dos Pequenitos e duas actividades no Exploratório, dependendo das idades dos visitantes e do contexto da visita (em família ou com a escola).

Os bilhetes já se encontram disponíveis e estão à venda nas bilheteiras dos três espaços.

Exploratório convida “avós” a serem cientistas

Em parceria com a Universidade Sénior de Coimbra, o Exploratório apresentou o projecto conjunto “Avós Cientistas”, que convida seniores a participarem num curso de formação de três meses em torno de conteúdos científicos.

O curso terá aulas quinzenais, alternadas com sessões ‘online’, entre 10 de Janeiro e 28 de Março, entre as 14h30 e as 16h30, no Exploratório.

Na formação, os participantes vão poder entrar em contacto com as exposições presentes no Centro Ciência Viva de Coimbra e realizar diversas experiências em torno da ilusão ótica, cozinha ou corpo humano, afirmou o director do Exploratório, Paulo Trincão.

“Queremos que os avós sejam os grandes conhecedores do Exploratório e que possam, a partir de agora, ser os grandes embaixadores” daquele espaço, sublinhou o responsável, realçando que os avós poderão frequentar gratuitamente o Centro Ciência Viva durante os três meses com os seus netos.

Segundo Paulo Trincão, o Exploratório também quer mostrar com esta iniciativa que “os avós são capazes de ensinar [os netos] e, acima de tudo, são capazes de descobrir as coisas em conjunto”. Durante a formação, poderá haver trabalhos para casa e até pedidos para exercícios que necessitem de “uma ajuda intergeracional”, explicou.

O curso de três meses tem um custo de 60 euros, sendo de 50 euros para os associados da ApoSénior – Universidade Sénior de Coimbra.

As inscrições podem realizar-se até ao primeiro dia de aulas – 10 de Janeiro – havendo um limite máximo de 25 participantes.