Coimbra  26 de Setembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Escola EB1 de Cantanhede Sul reabre amanhã

13 de Setembro 2018

A escola EB1 de Cantanhede Sul reabre amanhã (sexta-feira), após obras de remodelação, com um encontro, pelas 17h00, de toda a comunidade educativa.

Marcando o início do ano lectivo 2018/2019 no concelho de Cantanhede, o acontecimento assinala, também, a reabertura da escola depois das obras de requalificação a que foi sujeita, no âmbito de uma empreitada adjudicada pela Câmara Municipal.

A EB1 de Cantanhede Sul está agora dimensionada para dar resposta qualificada à população escolar do 1.º CEB da zona onde está implantada, desempenhando uma função estruturante no âmbito do plano definido pela Câmara para promover a reorganização e crescente valorização da rede escolar do concelho”, refere o Município.

A reabilitação da EB1 de Cantanhede Sul, recorde-se, foi adjudicada pela Câmara Municipal por 716 559 euros, tendo beneficiado de uma comparticipação financeira da Comunidade Europeia de 85 por cento, na sequência da aprovação da candidatura que a autarquia submeteu para o efeito ao quadro comunitário de apoio Portugal 2020 – Eixo 3 Programa Operacional Regional de Centro.

A obra estava prevista no processo de reestruturação da rede escolar do concelho, nos termos do preconizado na Carta Educativa do Município, processo que contemplou já a construção dos novos centros escolares de Ançã, Cadima e Cantanhede, todos já em funcionamento. Este último está dimensionado para dar resposta à população escolar da União de Freguesias de Cantanhede e Pocariça num contexto em que se mantém em actividade a EB1 de Cantanhede Sul.

O projecto executado envolveu a realização de obras de fundo na estrutura das construções existentes e da cobertura, mas mantendo a compartimentação e distribuição dos espaços, tendo incidido quer na qualificação das salas de aula, dos espaços de apoio e da biblioteca, quer na ampliação e valorização da acessibilidade.

A nível de organização espacial, foi criado um novo átrio, de modo a favorecer uma melhor organização dos fluxos de circulação na escola, existindo agora uma zona de entrada onde se recebem os encarregados de educação, um corredor de serviço dedicado aos funcionários e uma sala polivalente ampla e dedicada exclusivamente a actividades lúdicas. A preceder o acesso a esse átrio há uma zona de recreio coberto onde os alunos se podem recolher antes de entrar.

Em ambos os pisos do edifício, as instalações sanitárias, incluindo as destinadas a pessoas de mobilidade reduzida, foram totalmente remodeladas, com substituição dos revestimentos e dos equipamentos, bem como dos lavatórios e das divisórias de proteção.

Por outro lado, o salão polivalente foi ampliado e alterado, através da anexação da antiga antecâmara de entrada, parede e vão interior, o que resultou numa área ampla que, além de um novo pavimento, com características mais adequadas à prática de actividades lúdicas, beneficiou de correcção acústica com a introdução de um tecto falso.