Coimbra  17 de Dezembro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Empregada doméstica detida por infligir sucessivos furtos aos patrões

6 de Dezembro 2017

Uma mulher, de 38 anos, empregada doméstica, foi detida, ontem (05), por infligir sucessivos furtos aos patrões, revelou, hoje, o Comando Distrital da PSP de Coimbra.

A detenção aconteceu numa residência na zona da Solum, em Coimbra, à qual os agentes foram chamados pela proprietária. Ela informou-os “de que, já há algum tempo, vinha a dar conta do desaparecimento de diversas quantias em dinheiro do interior da residência”.

À Polícia, a lesada contou que, “numa primeira fase, se tratava de pequenas importâncias, mas os montantes foram aumentando gradualmente para quantias bastante elevadas”.

Antes de acusar a empregada doméstica, a proprietária decidiu “fotocopiar notas de vários valores, registando os números de série, para o caso de ter de confrontar a referida suspeita”, explica a PSP, acrescentando que, “ontem, verificou que ao longo do dia lhe foi desaparecendo dinheiro, nos mesmos moldes que vinha detectando, nomeadamente da sua mala e carteira, bem como da do seu cônjuge (marido)”.

Perante estes factos, a lesada solicitou a presença da PSP, confrontou a suspeita, que “de sua livre e espontânea vontade confirmou que tinha na sua posse as notas, bem como havia cometido esse furto e anteriores”.

Os números de série das notas na posse da detida correspondiam às das fotocópias fornecidas pela lesada. De salientar que, ao longo do tempo, segundo a lesada, as quantias furtadas atingiram altos valores.

Perante os factos, a suspeita foi detida.