Coimbra  17 de Outubro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Empreendedores apresentam ideias de negócio na 8.ª edição do INEOStart

20 de Abril 2017

O programa de aceleração de tecnologias e ideias de negócios, o INEOStart, promove, hoje à tarde, no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, a habitual sessão de apresentação dos projectos e ideias desenvolvidos pelas 10 equipas de investidores e empresários participantes nesta edição.

É o chamado “Demo Day” do INEOStart, no qual os participantes apresentam-se publicamente perante uma plateia de investidores, potenciais clientes, parceiros e outros “stakeholders”. O objectivo é juntar diferentes parceiros e autores para que o programa seja “uma referência na divulgação e estímulo à inovação, empreendedorismo e startups, através da partilha de experiências, apresentação de espaços, pessoas e projectos, até aos passos de criação de uma empresa”.

Os projectos a ser apresentados estão ligados a áreas como a saúde, oceanos, economia circular, mobilidade, “smart cities” ou, até mesmo, arqueologia.

As ideias apresentadas são, depois, acompanhadas, num caminho que as testa até ao eventual lançamento: desenvolver um modelo de negócios sustentável, encontrar a equipa certa, desenvolver um produto e definir uma estratégia de entrada no mercado. Durante um mês, as ideias destas equipas foram sujeitas à avaliação do modelo de negócios que definiram, testando desde o público a que se destinam, ao modo como vão procurar investimento, e mesmo à estratégia escolhida para a entrada no mercado.

O programa destina-se a investigadores que alcançaram resultados de ‘I&DT’ passíveis de gerar produtos/serviços competitivos em mercados globais; projectos ou startups de base tecnológica em fase de desenvolvimento do seu produto/serviço e equipas de empresas já constituídas, na fase de desenvolvimento de um novo produto/serviço de base tecnológica visando os mercados globais.
A edição deste ano teve início no dia 01 de Março, quando foram seleccionadas 10 equipas: “Blood Reprogramming Technologies”; “Dignus”; “EcoXperience”; “InEye”; “Koi4Rare”; “Negotiation Technologies”; “THEIA”; “Neritical”; “Sleep Apnea ID” e “Venex”.

Esta é já a 8.ª edição do INEOStart, que desde 2010, já juntou mais de 500 participantes, divididos em 90 equipas, que criaram 56 empresas com uma taxa de sobrevivência de 85 por cento. É o caso de organizações como a LASERLEAP, BSIM2, DoDOC ou a BOOKinLOOP.
O INEOStart é promovido pelo Instituto Pedro Nunes (IPN), Universidade de Coimbra e jeKnowledge – Júnior Empresa.