Coimbra  30 de Abril de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Colégio bilíngue abre em Setembro em S. Martinho do Bispo

3 de Abril 2017

A Fundação ADFP (Associação de Desenvolvimento e Formação Profissional), de Miranda do Corvo, vai abrir, já em Setembro, um colégio bilíngue, inglês/português, nas actuais instalações do Colégio de S. Martinho do Bispo, em Coimbra.

O novo colégio vai apostar num ensino privado, diferenciador e de excelência, que, para além do português e inglês, irá abrir-se ainda a outras línguas como o latim, o espanhol e o alemão.

Apresentado hoje, o novo colégio vai acolher crianças desde o berçário até ao segundo ciclo. Para tal, o edifício vai ser completamente remodelado.

De acordo com Jaime Ramos, presidente da Fundação ADFP, as obras começam amanhã (04), e as pré-inscrições arrancam ainda este mês, logo após as férias da Páscoa.

Jaime Ramos considera que o novo colégio bilíngue vem suprir “uma lacuna” que existe em Coimbra a nível do ensino. “Queremos criar em Coimbra uma escola de excelência que rivalize com as melhores experiências pedagógicas de Lisboa e do Porto. Coimbra com o St. Paul´s School ficará ao nível dos melhores colégios privados que existem naquelas cidades”, frisa.

De acordo com o presidente da ADFP, esta escola bilíngue não se vai esgotar no português e no inglês. “Ao longo dos ciclos de ensino, os alunos aprenderão também latim, espanhol e alemão”, esclarece, dando conta que o novo colégio resulta de uma “uma parceria estratégica com a S. Peter´s School, de Palmela, que considera “a melhor escola bilingue do país”, uma “gigante, com cerca de 1100 alunos, que prima pela excelência”. Espera, por isso, que Coimbra, com a St. Paul´s School, possa replicar o seu “enorme sucesso”.

O novo colégio terá uma gestão privada, sem apoios do Estado, cujos custos da escolaridade serão assumidos pelas famílias. “Como é evidente, um ensino de excelência terá um custo justo, que terá que ser assumido pelos pais. Teremos uma escola de excelência a nível pedagógico, que prepare crianças para vencerem num mundo cada vez mais global e competitivo”, realça.

Diogo Simão, um dos sócios do S. Peter´s School, considera que este será “um projecto com um conceito diferenciado na área da educação”, que aposta em “currículos bilingues desde o jardim de infância”.

“A língua inglesa entrará no quotidiano dos nossos jovens alunos que terão diariamente aulas de inglês e em inglês, com professores qualificados que tenham o inglês como língua materna”, explica, sublinhando que todos estarão empenhados em “lançar as bases aos bons profissionais do futuro mas também, sobretudo, em formar cidadãos inteiros, dotados dos valores éticos e morais inerentes a uma boa formação humana em si”.

Diogo Simão realça ainda que, para além do inglês, os alunos terão actividades desportivas (como râguebi) e artísticas, bem como acompanhamento por “psicólogos e professores devidamente qualificados e rigorosamente seleccionados”.

Jaime Ramos assegura às famílias que poderão contar com umas instalações de excelência, que serão renovadas até ao início do ano lectivo, bem como com “excelência na qualidade alimentar, excelência na segurança das crianças e objectivos de excelência no sucesso futuro das crianças que frequentarem o St. Paul´s School”.

Para facilitar o papel das famílias, será criado um sistema de transporte entre a residência e a escola, que poderá ser extensivo a concelhos vizinhos.

As pré-inscrições começam ainda este mês e em Setembro abre o infantário, com a creche e pré-escola, e o ensino do 1.º ao 5.º anos de escolaridade.

Nos anos seguintes será garantida a continuidade dos estudos, com a abertura dos restantes anos, até ao final do secundário. “Queremos uma escola de excelência que apoie as famílias da creche à universidade”, sublinha Jaime Ramos.

O novo colégio vai funcionar nas actuais instalações do Colégio de S. Martinho do Bispo cuja gestão, recorde-se, a Fundação ADFP assumiu no final do ano lectivo 2015/2016, depois de ter sido anunciado o seu encerramento. Actualmente tem em funcionamento a creche e pré-escola, bem como os 2.º e 3.º ciclos e o secundário, acolhendo, ainda, a Universidade Sénior do Mondego.