Coimbra  20 de Novembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra úne-se pelo coração no próximo sábado

15 de Maio 2018

Filipa Homem, Polybio Serra e Silva e Lino Gonçalves na apresentação da iniciativa

 

A terceira edição da “Gincana do Coração”, organizada em parceria pela Delegação Centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) e Agrupamentos de Centros de Saúde (AceS Baixo Mondego), entre outras entidades, realiza-se no próximo sábado (19), entre as 10h00 e as 17h00, em vários locais da cidade de Coimbra.

A actividade está integrada no projecto “Coimbra unida pelo coração”, que visa alertar a população para os riscos de doença cardiovascular e sensibilizar para a sua prevenção ou tratamento, além da consciencialização para um estilo de vida saudável.

Assim, no sábado, os cidadãos são convidados a percorrerem os sete pontos temáticos e de rastreio às doenças cardiovasculares que estarão espalhados pela cidade de Coimbra. Na Casa de Chá do Jardim da Sereia serão realizados ateliers e degustações de comida saudável; no Forum Coimbra o tema são os estilos de vida saudável; no Mercado de D. Pedro V discute-se água e bebidas alcoólicas; no café de Santa Cruz é o consumo de tabaco a temática em destaque; no Parque do Choupalinho realizam-se diversas actividades, inseridas no tema ‘gestão do stress e suporte básico de vida’ e ‘saúde física e mental’; no Exploratório fala-se sobre o Acidente Vascular Cerebral; e, por fim, no Museu da Água vai ser possível submeter-se a exames complementares de diagnóstico.

Em cada ponto estarão especialistas aptos para fazerem rastreio às doenças cardiovasculares, entre outros, e cujos resultados são dados a conhecer ao cidadão.

A percorrer estes pontos estará, também, um autocarro dos Serviços Municipalizados dos Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), que vai poder ser utilizado pelos participantes gratuitamente.

Durante o percurso os cidadãos que participarem na actividade serão identificados com uma pulseira, terão acesso a um mapa com os percursos e horários do autocarro, bem como terão um formulário de rastreio, com a informação sobre o seu estado de saúde.

Polybio Serra e Silva, presidente da Delegação Centro da FPC, admitiu que este era “um projecto de vanguarda, mas que foi longe em 2017 e irá mais longe em 2018”, provando que “a força faz a união e Coimbra está unida pelo coração”.

Já Lino Gonçalves, director do Serviço da Cardiologia do CHUC, notou que a iniciativa “tem sido um grande sucesso e os motivos estão no próprio nome”, sublinhando “a importância desta medida para a saúde cardiovascular da nossa cidade e da região”. O médico referiu, ainda, que uma das mentoras do projecto, Filipa Homem, conseguiu já dar a conhecer o projecto na Europa, num evento que decorreu na Eslovénia.

A responsável pelo projecto salientou o sucesso do projecto, que pode ser medido com número concretos em termos de participantes: 265 em 2016 (no primeiro ano), 370 em 2017, esperando que, em 2018, possam atingir os 500.

A iniciativa conta com a participação de 107 voluntários, desde estudantes de enfermagem, médicos especialistas, instrutores de várias modalidades, etc.

Toda a informação e inscrições (gratuitas) deverão ser feitas através do website coimbraunidapelocoracao.eventbrite.pt

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com