Coimbra  18 de Outubro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Concurso ‘Arrisca C’ dá 150 000 euros a projectos inovadores

28 de Setembro 2018

A edição deste ano do concurso de ideias e planos de negócio ‘Arrisca C’, promovido pela Universidade de Coimbra, em parceria com quase duas dezenas de entidades, atribuirá cerca de 150 000 euros aos projectos mais inovadores.

“Único concurso nacional dirigido a jovens estudantes” dos ensinos superior, secundário e técnico-profissional ou “recém-diplomados há menos de cinco anos, provenientes de qualquer instituição de ensino superior do país”, o ‘Arrisca C’ distribuirá em 2018 “cerca de 150 000 euros em prémios”, anunciaram os promotores, adiantando que as candidaturas decorrem até 04 de Novembro.

Os prémios “incluem desde valores monetários até à incubação gratuita de empresas” ou apoios na “elaboração e consolidação de planos de negócio”, na “realização de protótipos”, no “desenvolvimento de imagem e ‘branding’ corporativo” ou na “elaboração de candidaturas a financiamentos europeus e à internacionalização”, exemplifica a organização do concurso.

Dividido em duas, o ‘Arrisca C’, que “já apoiou a criação de mais de 25 empresas”, visa distinguir “as melhores ideias de negócio ainda em fase de concepção e sem plano de negócio desenvolvido” e, por outro lado, “os melhores planos de negócio” para a constituição de empresas.

Para potenciar “as políticas de apoio e formação ao empreendedorismo jovem”, o ‘Arrisca C’ lançou o Prémio Ensino Secundário, dirigido a estudantes do secundário e técnico-profissional, na categoria ‘melhores ideias de negócio’, no âmbito da qual também está a concurso a melhor ideia de negócio na área do empreendedorismo social.

“Dada a importância que as questões sociais têm vindo a adquirir no mundo empresarial”, o Prémio Social ao Centro pretende “contribuir para o crescimento e competitividade de um novo mercado de inovação e empreendedorismo social, capaz de promover novas oportunidades de investimento e mudanças positivas na sociedade, através da resolução de problemas negligenciados”, explica, citado pelos promotores do concurso, Jorge Figueira, responsável pela Divisão de Inovação e Transferências do Saber da Universidade de Coimbra.

Sobre o concurso em geral, Jorge Figueira sublinha que “é importante que surjam novos e renovados instrumentos de apoio a jovens empreendedores de modo a promover o desenvolvimento de projectos empresariais sustentáveis”.

Mais do que apoiar a criação de empresas, o ‘Arrisca C’ disponibiliza, “através dos seus parceiros e patrocinadores, importantes ferramentas que permitem assegurar a longevidade das empresas enquanto motores de criação de emprego e de criação de valor económico e social”, conclui.

O concurso ‘Arrisca C’, que é “um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação nacional”, já distribuiu, em prémios, um total de cerca de 820 000 euros e recebeu “mais de 700 projectos candidatos, envolvendo mais de 2 000 promotores e mais de 25 empresas criadas”.