Coimbra  20 de Abril de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CMC: Santos Costa sucede a Ulisses Correia

10 de Janeiro 2018

Santos Costa é o sucessor de Ulisses Correia na direcção do departamento da Câmara de Coimbra vocacionado para as Obras Municipais, apurou, hoje, o “Campeão”.

O novo director substituíra, recentemente, Teles de Oliveira na chefia da Divisão de Infra-estruturas, Espaço Público e Trânsito (unidade orgânica sob a alçada do sobredito departamento).

Director veterano e prestigiado, Ulisses Correia pediu, há dias, a aposentação e não esperaria ser apeado antes de ela lhe ser concedida, tendo presente, por exemplo, décadas de dedicação à principal autarquia conimbricense, disseram fontes camarárias ao “Campeão”.

O presidente da CMC, Manuel Machado, e o engenheiro civil protagonizaram, durante anos, uma boa relação de trabalho, cujo nível haverá sofrido alguma deterioração, no passado recente.

Entretanto, o estado de saúde do técnico levou o autarca a avançar para a substituição.

Encontram-se sob a alçada do Departamento de Obras Municipais de Coimbra a Divisão de Estudos e Projectos (chefiada por João Garcia), de Edifícios e Equipamentos Municipais (Ana Pimentel), de Cadastro, Solos, Património Imobiliário e Informação Geográfica (Virgínia Manta) e o Gabinete de Serviços Especiais (Valdemar Rosas).

Vários cargos de direcção de departamentos e de chefia de divisões estão a ser exercidos, há bastante tempo, em regime de substituição, encontrando-se a marcar passo concursos abertos para provimento dos mesmos.

Sob o título “Lei de Murphy «infecta» concursos para chefias”, o “Campeão” noticiou, a 07 de Maio de 2015, através da edição impressa, a existência de, pelo menos, seis casos de risco de violação do princípio da imparcialidade inerentes à composição de júris.