Coimbra  14 de Agosto de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ciência da UC e Jogos Europeus Universitários de “mãos dadas”

9 de Fevereiro 2018

A promoção de estilos saudáveis e a investigação biomédica aplicada ao desporto foram os dois focos do protocolo assinado, hoje, pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC) e o Comité Organizador dos Jogos Europeus Universitários de Coimbra (EUG).

O documento foi assinado pelo presidente do CNC, João Ramalho-Santos, e pelo secretário-geral do Comité Organizador dos EUG, Mário Santos.

Segundo a UC, o projecto europeu “Foie Gras”, focado na formação de cientistas e no desenvolvimento de novas tecnologias para investigar o Síndrome do Fígado Gordo Não-Alcoólico (SFGNA), em conjunto com investigadores de outras áreas do CNC, vai “desenvolver com os EUG acções de comunicação de ciência sobre metabolismo, nutrição e actividade física, no recinto dos jogos e na cidade”.

É, precisamente, devido à “preocupação de saúde pública e de desporto para todos, aliados a uma comunicação democrática do saber produzido em instituições de investigação” que se insere este acordo com os EUG, que se realizam de 15 a 28 de Julho, em Coimbra.

O “FOIE GRAS” investiga o SFGNA, que afecta seis a 37 por cento da população mundial. Os sintomas evidenciam-se em fases tardias, quando se apresenta incurável, contribuindo para o aumento do risco de diabetes, cirrose hepática e cancro.

A doença é actualmente diagnosticada através de biópsia do fígado, um procedimento invasivo, arriscado e caro, situação a que o projecto procura dar alternativa.