Coimbra  17 de Outubro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cidadãos por Coimbra: Pedro Bingre também renuncia à Câmara

20 de Abril 2017

Pedro Bingre, a quem caberia a qualidade de representante de Cidadãos por Coimbra (CpC) na Câmara, renuncia ao cargo de vereador substituto, apurou o “Campeão”.

Professor da Escola Superior Agrária de Coimbra, Pedro Bingre iria ingressar na vereação em substituição do advogado José Augusto Ferreira da Silva.

O jurista renunciou ao mandato autárquico por considerar que “recentes alterações na política de CpC puseram em causa, de forma irremediável, a característica genética de independência” do movimento cívico.

“Concluí ter deixado de haver harmonia suficiente para continuar este percurso político ao lado dos novos dirigentes” de Cidadãos por Coimbra, respondeu o docente do ensino politécnico ao ser interpelado pelo “Campeão”.

Pedro Bingre também suspendeu a sua militância no movimento, “por tempo indeterminado”.

Bingre e Ferreira da Silva são subscritores de uma declaração do “grupo dos 15”, que se demarcou de práticas recentes no movimento e fez a apologia de ele aspirar a tornar-se indispensável à governação do Município conimbricense.

O “grupo dos 15” proclamou “a recusa” de um caminho que, segundo alega, leva à “desvalorização da luta institucional” e à “redução do significado do movimento cívico”.

Questionado pelo “Campeão”, o professor do ensino superior também aludiu a um manifesto de CpC, divulgado por ocasião da eleição da nova Direcção.

Segundo Pedro Bingre, o novo elenco directivo afirmou que as intenções e as propostas subjacentes à declaração do “grupo dos 15” representam uma “renúncia a princípios basilares e uma estratégia de construção demagógica e artificiosa”.

Para Graça Simões, a Direcção do movimento emana de um grupo de pessoas apostadas em “garantir continuidade a Cidadãos por Coimbra, discordando da lógica de subvalorização das respectivas forças e de sobrevalorização das alheias”.

A declaração do “grupo dos 15” foi subscrita por Ferreira da Silva, Pedro Bingre, Fátima Carvalho, Isabel Campante, José Reis, João Ferreira, Abel Pinto, Abílio Hernandez, Ana Pires, Elísio Estanque, Isabel Prata, João Figueira, José António Bandeirinha, José Ricardo Nóbrega e Luís Ferreira.