Coimbra  20 de Abril de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cidadão foi vítima de burla através de uma rede social

11 de Janeiro 2018

Um par de sapatilhas de uma conceituada marca, à venda na Internet, despertou a atenção de um cidadão, com 38 anos, que depois de as adquirir, verificou que o produto recebido não era igual ao que tinha comprado.

O homem denunciou o caso à Polícia de Segurança Pública (PSP), ontem (11), já que pagou o produto pretendido e acordou os trâmites da transacção com o anunciante. Aquando do levantamento da encomenda, verificou que se tratava de um par de sapatos de senhora e de fraca qualidade.

Perante os factos acredita ter sido vítima de uma burla, encontrando-se assim em prejuízo económico.

Casos como este sucedem-se todos os dias, pelo que a Polícia aconselha a que nas compras e vendas online se tenha em consideração a utilização de métodos de pagamento e websites seguros; não fazer qualquer troca ou pagamento sem assegurar que os termos acordados foram respeitados e, em caso de dúvida, contactar de imediato com a PSP.