Coimbra  26 de Setembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Centro é a região convidada na Feira Internacional de Artesanato

14 de Junho 2018

Luís Rocha, João Amaral, Pedro Machado e Alberto Costa

 

O Turismo Centro de Portugal (TCP) vai participar com o estatuto de “Destino Nacional Convidado” na Feira Internacional de Artesanato (FIA), em Lisboa, que começa no dia 23.

As novidades da presença dos artesãos e empresários do Centro na edição deste ano da FIA foram apresentadas hoje, em Coimbra, numa conferência de Imprensa em que o presidente da entidade regional, Pedro Machado, salientou a importância de “valorizar muito a autenticidade e a ligação ao território”.

A participação na Feira Internacional de Artesanato como “Destino Nacional Convidado” concede “maior visibilidade” ao TCP no espaço da FIA, entre 23 de Junho e 01 de Julho, permitindo “mostrar mais iniciativas e actividades de promoção da região”.

Nos últimos anos, a entidade regional de Turismo do Centro tem trabalhado para “tornar o território uno do ponto de vista da sua projeção nacional e internacional”, disse Pedro Machado, no auditório do Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património (CEARTE).

“Hoje, o Centro de Portugal surge como alternativa a uma aposta que o país fazia, no produto sol e praia”, a que estava associado “o problema da sazonalidade”, uma situação que “felizmente foi alterada”, sublinhou.

Na FIA, o Turismo do Centro está presente com stands em dois pavilhões, ocupando uma área total de 252 metros quadrados.

No pavilhão 02, dedicado ao artesanato nacional, dispõe de um stand institucional e de artesanato da região, com 144 metros quadrados “para promoção do território, artesanato ao vivo e outras manifestações de animação da região, em conjugação com as comunidades intermunicipais da região”.

No pavilhão 04, dedicado à gastronomia, o TCP mostra “as delícias da região”, num espaço de 108 metros quadrados.

No total, estão representados na feira 22 artesãos do Centro, numa parceria entre o TCP, a Associação de Artesãos da Serra da Estrela e Região Centro de Portugal (AASE) e o CEARTE.

A presença como “Destino Nacional Convidado” na “maior feira de multiculturalidade” da Península Ibérica – e “segunda na Europa” – constitui um “sinal de reconhecimento da vitalidade” dos artesãos e empresários da região.

Na conferência de Imprensa, além de Pedro Machado, intervieram o director do CEARTE, Luís Rocha, o presidente da AASE, João Amaral, e o delegado regional do Centro do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Alberto Costa, parceiros do TCP na Feira Internacional de Artesanato.