Coimbra  14 de Agosto de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CDS/Coimbra: Rui Nuno de Castro sucede a Luís Lagos

9 de Fevereiro 2018

Rui Nuno de Castro vai ser eleito, na próxima semana, para suceder a Luís Lagos na presidência da Comissão Política Distrital (CPD) de Coimbra do CDS/PP.
Nuno Miguel Alves, Lúcia Santos, Luís Filipe Santos, Miguel de Matos Chaves e Rita Santos são os vice-presidentes da CPD centrista conimbricense a eleger pela única lista concorrente ao acto eleitoral.
Luís Lagos, empresário de Oliveira do Hospital, renunciou à liderança distrital do CDS/Coimbra para poder dedicar-se à intervenção cívica na Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal.
Lúcia Isabel e Rita Alexandra lideram a bancada do partido, respectivamente, na Assembleia Municipal de Coimbra e na de Miranda do Corvo.
Rui Nuno, que chegou à vida política activa há pouco tempo, foi candidato independente, pela primeira vez, em 2013, a uma Junta de Freguesia de Coimbra. É, como faz questão de se apresentar, marketer, business developer e empreendedor.
Esperançado em que Coimbra “ainda possa vir a ser um local perfeito para se viver e para se trabalhar”, o empreendedor praticou hóquei em patins, durante mais de 20 anos e sempre na Associação Académica de Coimbra, cuja equipa ele capitaneou.
Depois de ter desempenhado cargos de direcção em multinacionais e em grandes grupos empresariais, tanto em Portugal como no estrangeiro, Rui Nuno dedicou-se à startup Scene, em Coimbra, foi director-geral da iClio e vice-presidente da Perceive3D. Actualmente, é director executivo e co-fundador da Invisiwall e preside à AlphaCoimbra, uma associação sem fins lucrativos, fundada por empreendedores, cuja missão consiste em dinamizar e acelerar o ecossistema de inovação e empreendedorismo da região de Coimbra.
Luís Providência irá presidir à Mesa da Assembleia Distrital do partido e Tiago Mariz vai ser timoneiro do Conselho Distrital de Jurisdição.
Completam o elenco da CPD de Coimbra do CDS/PP Nuno Queirós Vicente (secretário), Paulo Fernando Barbosa, Francisco Couceiro Nobre, João Madeira, Rui Limeiro, Vera Dias, Jorge Dourado Vieira, Bertília Simão e Carlos Miguel Brás Vitória.