Coimbra  13 de Dezembro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Cantanhede: Advogado responde por eventual abuso de confiança

11 de Outubro 2017

O advogado Miguel Coelho Saraiva, de Cantanhede, começou a ser julgado, hoje, em Coimbra, sob acusação de abuso de confiança.
O arguido foi alvo de imputação de cometimento do crime em 2011, volvidos três anos sobre a abertura de um inquérito em que interveio a Polícia Judiciária.
Sujeita a escrutínio, a acusação deu lugar a despacho de pronúncia, proferido, no começo de 2013, na então comarca de Cantanhede.
A acusação foi deduzida pelo Ministério Público de Montemor-o- Velho; o arguido quis que ela fosse escrutinada por um magistrado judicial e a instrução foi confiada a um juiz da outrora comarca de Cantanhede, mediante decisão do Tribunal da Relação de Coimbra, que se pronunciou sobre um conflito de competência territorial.
Miguel Saraiva, que desfruta da presunção de inocência, está sob suspeita de ter feito reverter para o seu património 123 000 euros de uma cliente, numa fase em que esta se encontrava a pagar um crédito.