Coimbra  17 de Outubro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Calor intenso nos próximos dias obriga a cuidados de saúde reforçados

16 de Junho 2017

A Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) e a Protecção Civil alertam a população para o aumento das temperaturas, este fim-de-semana, aconselhando a adoptar procedimentos com vista à salvaguarda da saúde de todos.

As entidades chamam a atenção para as pessoas mais vulneráveis aos efeitos do calor, como os idosos e as crianças, os acamados, portadores de doenças crónicas e a quem desenvolva actividades no exterior, com consequente exposição forçada ao sol e ao calor.

As recomendações são de vária ordem:

  • Manter o corpo hidratado e fresco;
  • Oferecer água, várias vezes ao longo do dia, a idosos e crianças;
  • Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas e de bebidas açucaradas (refrigerantes), dando preferência à água e aos sumos de fruta natural;
  • Evitar a exposição solar, em especial entre as 11h00 e as 16h00;
  • Em ambiente exterior (praia, campo, etc.) recomenda-se a utilização de protector solar com factor superior a 30 e o uso de chapéu e óculos de sol com lentes com protecção ultravioleta;
  • Usar vestuário adequado (roupa leves, de preferência de algodão e de cor clara);
  • Em viagem, redobrar os cuidados. Se a viatura não estiver equipada com ar condicionado não fechar completamente as janelas. Ter água ou sumos de fruta natural disponíveis e, sempre que possível, evitar viajar nos períodos de maior calor. Não deixar as crianças dentro da viatura;
  • Reduzir as actividades ao ar livre e evitar as que exigem esforço físico intenso (tais como desportos), em especial durante os períodos de maior exposição solar/temperatura ambiente (das 11h00 às 16h00 horas);
  • Utilizar apenas água da rede pública ou água engarrafada;
  • Seguir as recomendações do INFARMED sobre a utilização e conservação de medicamentos. Os medicamentos devem ser conservados em local fresco e seco.

Em caso de necessidade (aconselhamento e informação em saúde), contactar a Linha Saúde 24 (808 24 24 24), com o custo de chamada local.

Cuidados redobrados com a floresta

Nestes períodos de maior calor, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) informa a existência de um cenário favorável à ocorrência de incêndios florestais, com tempo quente e vento moderado a forte.

Assim, a Protecção Civil alerta para a proibição da realização de queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou para confecção de alimentos; utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos; queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração; lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes; fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem; fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

A ANPC recorda, ainda alguns cuidados a ter, face às condições meteorológicas previstas, na realização de trabalhos agrícolas e florestais, nomeadamente: manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras; abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação; ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.