Coimbra  18 de Outubro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Briosa: “Chapa 7“ na II Liga só em recinto alheio

8 de Outubro 2018

A militar na II Liga, só numa ocasião, a jogar fora de Coimbra, é que a Briosa sofreu sete golos, tantos quantos os marcados, ontem naquela cidade, pelo Estoril.

Esse desaire (7 – 0) ocorreu, a 24 de Março de 2002, em Chaves, assinala o registo estatístico da autoria de João Santana, co-redactor do livro “Académica – História do futebol”.

Em Coimbra, para a I Liga, são os seguintes os resultados desfavoráveis à Briosa por cinco ou mais golos de diferença: com o Sporting (em 1935), 0 – 6; com “Os Belenenses” (1935), 0 – 5; com o Sporting (1936), 1 – 6; com o Sporting (1943), 2 – 7;  com o Vitória de Setúbal (1944), 3 – 9; com o Sporting (1949), 1 – 6; com “Os Belenenses” (1956), 0 – 5; com “Os Belenenses” (1960), 0 – 5; com o Alverca (1999), 0 – 5.