Coimbra  20 de Outubro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Autárquicas: CDU em busca de sexto assento na AM de Coimbra

6 de Outubro 2017

A CDU acalenta a esperança de conquistar sexto assento na Assembleia Municipal (AM) de Coimbra, apurou o “Campeão”.

Na eleição directa dos membros da AM (órgão de fiscalização da Câmara), a Coligação Democrática Unitária (PCP e Partido “Os Verdes”) obteve três mandatos, adicionáveis a dois inerentes a presidências de juntas de freguesias.

O escrutínio provisório do acto eleitoral de 01 de Outubro demonstra que uma ligeira oscilação no resultado pode proporcionar à CDU quatro assentos na AM conimbricense por eleição directa em detrimento do 13º. mandato atribuído ao PS (num universo de 33).

O candidato do movimento Cidadãos por Coimbra à liderança do Município prometeu, em declarações ao “Campeão”, o reforço da presença de CpC na Assembleia de Apuramento Geral.

Jorge Gouveia Monteiro lamentou que a Câmara conimbricense seja “menos plural” devido a 48 votos.

Mais meia centena de votos atribuída a CpC significaria a eleição de Gouveia Monteiro para a vereação do Município em detrimento de Carina Gomes (PS).

Fonte do movimento disse, hoje, ao nosso Jornal, que o escrutínio provisório sugere, “pelo menos, alguma displicência”.

José Dias (coordenador de CpC) e Catarina Caldeira Martins (segundo membro da lista do movimento para a Câmara) lastimaram, através das redes sociais, a ligeireza por que ter-se-á pautado o escrutínio provisório.

Auscultada pelo “Campeão”, uma fonte independente corroborou o alcance de tais lamentos dizendo que o material oriundo de algumas mesas de voto suscita bastantes reservas.

Em 2013, a Assembleia de Apuramento Geral, presidida pela juíza Paula Cristina Pereira, detectou um lapso, cuja correcção proporcionou à coligação “Por Coimbra” (PSD – PPM – MPT) a conquista de mais um assento na Assembleia de Freguesia de Santo António dos Olivais.