Coimbra  17 de Outubro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ARS/Centro sofreu percalço de falta de seguro

9 de Janeiro 2018

A frota da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) sofreu, segunda-feira (08), um percalço, que consistiu em falta de seguro, mas o organismo garante tratar-se de um problema ultrapassado.
Interpelada pelo “Campeão”, a porta-voz da ARSC esclareceu que um processo inicial, aberto ainda em 2017, para aquisição de seguro, ficou sem efeito, na medida em que todas as propostas apresentadas foram excluídas.
Neste contexto, houve lugar a abertura de novo concurso.
“No decurso deste processo, a ARSC providenciou o recurso a meios de transporte alternativos, não se tendo verificado (…) situação de ruptura em qualquer agrupamento de centros de saúde (ACES) da região Centro”, indicou a mesma fonte.
O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) divulgou a seguinte advertência, dizendo que com ela foram confrontados os agrupamentos de centros de saúde da ARS/Centro: “aproveito para informar que (…) não há o fornecimento (…) dos medicamentos e outros artigos, pelo facto de toda a frota estar parada por falta de seguro automóvel”.

 

Foto: SIM