Coimbra  21 de Novembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Arcos de Valdevez: Cavalo desencarcerado de um aqueduto

8 de Novembro 2018

Um cavalo, provavelmente selvagem, foi resgatado de um aqueduto de águas pluviais existente perto de Arcos de Valdevez, quarta-feira à noite, pela corporação dos BV locais.
Segundo Filipe Guimarães, comandante daquela corporação minhota, o animal caiu de traseira num buraco de assinalável dimensão.
“Se me perguntassem se conseguia pôr um cavalo num buraco daqueles, diria tratar-se de uma missão impossível, mas aconteceu, por muito estranho que pareça”, declarou Guimarães à Agência Lusa.
O bombeiro indicou ter havido necessidade de “desmontar metade do aqueduto para alargar o espaço” e permitir a remoção do animal.
A operação de resgate envolveu nove operacionais dos BV de Arcos de Valdevez, apoiados por três viaturas, tendo sido accionada uma retro-escavadora disponibilizada por uma empresa local.
Minutos depois ter sido retirado do aqueduto e de se recompor, o animal levantou-se e seguiu para o monte adjacente ao buraco onde esteve encarcerado.
“Só uma equipa unida e com muita firmeza consegue vencer as dificuldades ou adversidades, por muito grandes que elas sejam, desistir é para os fracos”, advertiu Filipe Guimarães ao felicitar todas as pessoas envolvidas na “difícil missão”.
Conhecedores de um adágio popular – segundo o qual não se olha a dente, perante cavalo dado –, os bombeiros voluntários de Arcos de Valdevez não se fizeram rogados para efectuarem o desencarceramento, tendo agido antes de poderem constatar tratar-se de um animal provavelmente selvagem.

 

FOTO: Filipe Guimarães

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com