Coimbra  23 de Fevereiro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Adam é o terceiro bebé a nascer nas famílias de refugiados da ADFP

11 de Fevereiro 2019

Foi na Maternidade de Bissaya Barreto, em Coimbra, que, a 05 de Fevereiro, nasceu Adam Yahia, filho de um casal de refugiados sírios, a viver desde 2017 na Fundação ADFP, em Miranda do Corvo.

Adam terá nacionalidade portuguesa, bem como os outros dois bebés que já nasceram em Portugal, oriundos das famílias de refugiados que a Fundação acolheu em Setembro de 2017.

Os pais de Adam, Yahia e Khadija têm já outros dois filhos e, de momento, encontram-se desempregados.

Recorde-se que a ADFP “foi pioneira no acolhimento a refugiados, através do SEF (Serviço de

Estrangeiro e Fronteiras), da Síria e do Sudão, tendo então ficado 16 pessoas instaladas provisoriamente na Residência Paz, então em Penela”, revela a instituição, adiantando que, no total, já foram recebidos 88 refugiados sírios, sudaneses, eritreus e somalis”.

Actualmente, a Fundação ADFP apoia 14 indivíduos (da Somália e Eritreia), nos quais se inclui esta família que agora tem mais um elemento.