Coimbra  20 de Outubro de 2017 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Activado plano distrital de emergência

12 de Agosto 2017

Os incêndios que, hoje, deflagraram em vários locais do distrito de Coimbra levaram a Protecção Civil a activar o ‘Plano Distrital de Emergência’.

O plano foi activado hoje, a partir das 18h00, “atendendo à situação complexa relativa às ocorrências de incêndios rurais no distrito de Coimbra”, explica, em comunicado, a Comissão Distrital da Protecção Civil de Coimbra.

Já durante a tarde de ontem (11) o Município de Coimbra activou o seu ‘Plano Municipal de Emergência’, decisão que foi tomada, esta tarde, também pelo Município de Miranda do Corvo.

Depois de uma tarde muito complicada, ao início da noite, as situações mais graves localizavam-se nas Carvalhosas, freguesia de Torres de Mondego (Coimbra), onde as duas frentes de fogo eram combatidas por 227 bombeiros, apoiados por 68 meios terrestres; em Barcouço, na Mealhada, as chamas voltaram em força e estão no terreno 269 elementos com 73 viaturas; também no concelho de Cantanhede, em Portunhos e Outil, onde estão 374 bombeiros e 110 viaturas, continuando com três frentes.

Um outro que preocupou durante o dia, em Marujal, Montemor-o-Velho, encontra-se dominado e em resolução, permanecendo no local 73 bombeiros e 20 meios terrestres.