Coimbra  20 de Novembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

A magia está de volta a Coimbra e promete “enfeitiçar” o público

12 de Setembro 2018

A vereadora da Cultura de Coimbra, Carina Gomes, com o mágico Luís de Matos 

 

Durante seis dias, de 18 a 23 de Setembro, Coimbra vai voltar a respirar e sentir a magia de todo o mundo. O 22.ª Festival Internacional de Magia está de regresso e vai trazer à cidade 20 artistas, de 13 países em três continentes.

Como habitualmente, os 127 espectáculos não ficarão apenas concentrados nas ruas mais centrais da cidade, estendendo e levando a magia a cinco juntas e uniões de freguesias (Santo António dos Olivais; Eiras e São Paulo de Frades; São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades; Souselas e Botão; e Santa Clara e Castelo Viegas).

“Em cada ano procuramos escolher os melhores mágicos do momento, mediante a sua disponibilidade”, explicou Luís de Matos, sublinhando que, nesta 22.ª edição estarão presentes cinco mulheres.

O mágico conimbricense, cuja produtora é responsável pela organização do evento há já 21 anos, em parceria com a Câmara Municipal de Coimbra, afirmou que este evento tem acontecido “ano após ano por mérito e não por contrato”, o que significa que organizam o Festival “de forma a que público e entidade organizadora fiquem agradados e que o evento mereça voltar no ano seguinte”.

Este ano, a tradição mantém-se, também, com as galas internacionais a decorrerem no Convento de São Francisco, a 21 e 22 de Setembro (sexta-feira e sábado).

E porque “a componente solidária continua a ser uma das mais indeléveis marcas dos Encontros Mágicos” haverá, nesta edição, espectáculos no Estabelecimento Prisional de Coimbra, no Hospital Pediátrico e também no Instituto Português de Oncologia.

Outra das repetições deste ano e que foi um sucesso na edição passada é o espectáculo “Magia na Escuridão”, com Juan Esteban Varela, o mágico chileno que “protagoniza uma experiência verdadeiramente inclusiva, sem precedentes, convidando a comunidade invisual a ‘ver’ um espectáculo de magia em que o sentido da visão não intervém”, refere o mágico conimbricense.

Luís de Matos adianta que “este espectáculo vem completar a universalidade que a magia reclama para si e esta é uma experiência emocionante e reveladora”. “Magia na Escuridão” apresenta-se na Black Box do Convento de São Francisco, entre terça e sexta-feira, às 18h00; e sábado (22), às 16h30 e 18h30.

Os “Encontros Fotográficos de Coimbra”, que trazem cerca de 100 fotógrafos à cidade e “ajudam a divulgá-la de forma única”, segundo a vereadora da Cultura, Carina Gomes; a “Primeira Aula de Magia”, este ano sucedida pela “Segunda Aula de Magia”, destinada a quem, em anos anteriores já frequentou a primeira; bem como uma aula de magia para crianças com necessidades especiais são outras das iniciativa do evento.

Como habitualmente, os “Encontros Mágicos” arrancam já este fim-de-semana (15 e 16 de Setembro), com um pré-programa, na Figueira da Foz, “uma experiência que tem tido resultados muito positivos na divulgação do evento”, sublinhou Carina Gomes.

A autarca destacou, ainda, o “carácter nacional e internacional” do Festival, pretendendo que este seja, cada vez mais, inclusivo, para todos os públicos e que chegue ao maior número de pessoas possível”.

“Na sua 22.ª edição, a programação do Festival continua a ir em busca de todos os tipos de público. Dos acamados aos estudantes, dos transeuntes aos espectadores assíduos, todos irão, uma vez mais, e em mais larga escala, tomar contacto com esta intensa semana mágica”, conclui a organização do evento.

Os artistas, a programação completa e outras informações estão disponíveis no website do Festival em http://www.encontrosmagicos.pt/ e nas redes sociais (Facebook e Instagram).

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com